quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

VOCÊ ESTÁ PASSANDO POR UM DESERTO?

O que nos ensinam os desertos da vida?
Todos nós atravessamos algum tipo de deserto na vida. São eles deserto existencial, deserto emocional, deserto financeiro, deserto sentimental, deserto conjugal, etc.
Moisés foi muito usado por Deus e experimentou literalmente desertos em sua vida.
Qual é o seu deserto hoje? Saibam que a maior parte de nossas vidas vai ser gasta, sem que nada aconteça!
Nos desertos da vida aprenda a ser fiel a Deus, tenha o cuidado com a vontade de sair do deserto sem que ainda não seja o tempo.
Jesus começou seu ministério depois de trinta anos, passou quarenta dias e noites no deserto para acontecer o que queria, passou por períodos longos com fé e integridade e isso fez a grande diferença. Todos os homens de Deus souberam conviver com as crises nesses períodos de deserto. Deus passou mais tempo preparando Paulo do que usando-o na obra, três anos rejeitado pelos cristãos, mais de dez no anonimato e quatro anos preso.
Quando estamos passando por lutas, nós aprendemos a batalhar em áreas que jamais estaríamos dispostos a trabalhar.
A arrogância, prepotência, ambição desenfreada, tudo isso é desfeito por Deus nos desertos da vida.
O príncipe Moisés sai de cena e agora está no deserto!!
O apóstolo Paulo, de um grande arrogante prepotente, depois zeloso e seguidor de Cristo, para depois tornar-se um perseguido e humilhado, ele trazia as marcas do seu Deus.
Quem se diz servo de Deus, não pode se queixar de ser tratado como tal, quem está em Cristo não está somente na glória, está também na cruz, tem que beber o cálice do vinho tinto de sangue.
Não sentir só o assédio e a admiração, mas também a perseguição e o desprezo.
O deserto nos leva às bençãos de Deus, onde valorizamos as pequenas coisas que o Senhor nos faz.
Nós somos exemplo disso: Somos um milagre de Deus, basta apenas que uma célula do nosso corpo exerça erroneamente a sua função e gera um tumor, basta uma veia em nosso cérebro estourar e um derrame ocorre, temos que passar pela prova dando glória a Deus, confiar totalmente nele. É bom que sejamos pessoas que valorizam e reconhecem a bondade de Deus em tudo.
Nos desertos da vida somos chamados a não perder de vista a visão da nossa caminhada rotineira da vida sem correr o risco de perder o foco que é Jesus Cristo.
Abraão e Sara foram exemplo disso, queremos apressar Deus e dá tudo errado!
Saibam esperar e tenham a certeza que na hora e dia marcados Deus vai entregar para você a sua vitória.

Obreira Andrea Bego

Nenhum comentário:

Postar um comentário